Windows 8

Windows 8

Jul 13

Have you seen the Windows 8 logo created by Pentagram?

And here is the evolution of the logo since 1985:

What do you think of this new logo?

New Flash Player 10.2

New Flash Player 10.2

Feb 10

Adobe announced that Flash Player 10.2 has exited the beta testing stage is now available for general consumption for Mac, Windows, and Linux. As previously noted, Flash Player 10.2 includes Adobe’s new “Stage Video” technology to leverage hardware acceleration for smoother playback with significantly lower CPU consumption.

Stage Video lets websites take advantage of full hardware acceleration of the entire video pipeline. This builds on the H.264 hardware accelerated decoding in Flash Player 10.1. Stage Video hardware acceleration means that Flash Player can play even higher quality video while using dramatically less processing power, giving users a better experience, greater performance, and longer battery life. In our testing across supported systems, we’ve found it’s up to 34 times more efficient. Put another way, Flash Player using Stage Video can effortlessly play beautiful 1080p HD video with just 1-15% CPU usage on a common Mac or Windows computer working across platforms and browsers, it will enable the best video experience for the most people.

Stage Video compatibility does require that website update the video players used on their pages, so it may take some time for the improvements to become widespread, but major video-focused sites such as YouTube and Vimeo are already well on their way to supporting Stage Video. Other notable improvements in Flash Player 10.2 include support for multiple-monitor full-screen display to allow for multitasking, improved sub-pixel text rendering, and support for custom native mouse cursors.

Hasta la Vista: As Várias Versões do Windows 7

Hasta la Vista: As Várias Versões do Windows 7

Jul 31

Esta semana, Walter S. Mossberg, colunista do The Wall Street Journal, passou pelo tedioso processo de migrar do Windows XP para a nova versão 7 que será lançada em outubro.

Ele nos conta de algumas coisas que devem ser consideradas para fazer a transição ao novo sistema operativo.

Se você está usando Windows Vista, o upgrade é muito mais simples, já que o precesso é direto, salvando seus documentos pessoais, especificações e programas. Mesmo com uma transição mais tranquila, temos que ter em conta que esse upgrade requer escolhas e limitações que podem ser confusas para o usuário comum.

O Windows 7 não requer tanto hardware como a versão anterior, deve funcionar bem em qualquer computador que tenha o Vista instalado ou nos últimos modelos de computadores rodando XP. De fato, essa nova versão exige um pouco menos que o Vista.

No entanto, como o Vista, o Windows 7 será vendido em uma multitude de edições e decidir qual delas você deve comprar pode ser um tanto confusa, pois teremos que escolher entre 6 versões, apesar de que uma delas está reservada para países que a Microsoft chama de “mercados emergentes”. Dos 5 restantes, um deles é para grandes empresas. Outra é uma versão simples chamada Starter e não pode ser instalado como um upgrade direto, segundo a Microsoft.

A maioria dos consumidores provavelmente escolherão Windows 7 Home Premium, que custará nos EUA $120 para fazer o upgrade e que possue todas as chaves funções do Windows. O nível por em cima desse é chamado Professional, que contêm alguns extras que podem ser úteis para consumidores que trabalhem em grandes companhias ou usem programas velhos ou especializados. Mais importante que isso, a versão Professional, ao contrário que a “Home Premium”, pode entrar em redes remotas usando um sistema chamado Domain Joining. Além de poder rodar programas antigos da versão XP que não funcionariam normalmente no Windows 7. A versão Professional custa $200 para fazer o upgrade. Uma outra opção será chamada Ultimate que combina todas as funções das outras edições mas custa $100 mais que a Home Premium.

Existem certas limitações que os atuais computadores rodando Vista devem encontrar. Em geral, você só poderá migrar para a versão compatível entre o Vista e a versão 7. Quem tem Vista Home Premium só poderá fazer o upgrade para Windows 7 Home Premium, Vista Business para Windows 7 Professional. Essa regra tem duas exeções: você poderá fazer o upgrade para Windows 7 Ultimate de qualquer versão do Vista, menos a Starter, só pagando mais. E da versão Vista Home Basic se pode migrar para Windows 7 Home Premium.

Qualquer das 3 verões mais comuns do Windows 7 poderá ser rodado em computadores como da Apple Macintosh usando programas como Fusion e Parallels, no entanto, as regras para o upgrade continuam valendo.

Depois que você instalou o Windows 7 você pode mudar para uma versão superior, do Home Premium para Professional com um mínimo de esforço extra e um pouco mais de dinheiro usando um programa da Microsoft chamado Windows Anytime Upgrade, que libera as funções da versão Professional que já estará instalado no seu computador, mas ocultas. O mesmo se pode fazer migrando para versão Ultimate.

Mais uma complicação, para cada uma das 3 principais versões do Windows 7 existem na verdade 2 versões. Uma criada para PCs com processadores standard, com processadores de 32-bits, e a outra é para novos PCs com processadores de 64-bits. A versão de 32-bits só reconhece 3 Gb de memória, mas a de 64-bits pode usar muito, muito mais. Para a maior parte dos consumidores 3 Gb é mais do que suficiente, mas com 64-bits roda mais rápido quando se tem vários programas abertos ao mesmo tempo ou quando, por exemplo, esteja rodando vídeos em alta resolução.

O problema é que você nñao poderá fazer o upgrade direto do Windows Vista 32-bits para Windows 7 64-bits, ou vice-versa, adicionando mais uma capa de complexidade para a migração.

Para saber mais sobre as diferentes versões do Windows 7 click aqui.

Para ver o artigo original de Walter S. Mosberg, click aqui.